Bem vindo ao

Blog do Ted

Home / Futebol Baiano / O que esperar da dupla BAVI em 2017?

O que esperar da dupla BAVI em 2017?

escudos-bahia-vitoria-bavi

escudos-bahia-vitoria-bavi

2016 termina de forma positiva pro futebol Baiano. Após três anos da queda de ambos para a série B, a dupla Baiana voltará a disputar a elite do futebol nacional. Como não podia deixar de ser, foi no sufoco. Bahia e Vitória garantiram vaga perdendo para os respectivos campeões da série B e A na última rodada, mas contaram com a incompetência dos adversários diretos. Tropeços bobos durante o certame impediram um fim de ano sem emoção para os dois lados. Uma lição que deve ser aprendida para o novo ano.

Mas o que esperar deles em 2017? Além da conquista do campeonato Baiano, dá pra sonhar com título nas copas do Nordeste e do Brasil? E uma vaguinha na fase classificatória da Libertadores? Título Brasileiro? Calma, calma. Um passo de cada vez.

O Bahia volta à série A cheio de ambições, como falou Marcelo Sant’ana em entrevista ao A Tarde. Além da contratação de Armero, experiente lateral esquerdo Colombiano, prometeu mais um jogador de peso no elenco. Muito se fala em Diego Souza, do Sport. Numa entrevista à ESPN Brasil, Marcelo disse que o Bahia entra para disputar a vaga na Libertadores. Calma, presidente. O que o torcedor do Bahia precisa é de um ano tranquilo na série A, o que não ocorreu ainda desde o fim do purgatório tricolor nas divisões inferiores. Aos poucos, de degrau em degrau, o Bahia pode chegar lá. Num Baianês bem claro, é bom não dar um passo maior que a perna.

Na entrevista ao A Tarde, o presidente deu uma declaração para lá de preocupante: disse não saber o que está acontecendo no rival. Além disso, citou também não saber como anda o Corinthians e o Sport. Que só interessa o Bahia e nada mais. Calma, presidente! Não é bem assim. Tem que saber o que anda acontecendo no futebol Brasileiro. Principalmente no vizinho.

Uma dica boa, por exemplo, para quem anda acompanhando o futebol nacional: o Bahia claramente precisa de um goleiro. Muriel não passa confiança nenhuma. No mercado, vejo uma boa oportunidade. O goleiro Dênis, do São Paulo. Após a chegada de Rogério Ceni como novo técnico tricolor e Sidão, do Botafogo, é certo que Dênis perca espaço. É um bom goleiro, experiente, e que foi tratado com muita injustiça pela torcida. Afinal, substituir o maior ídolo de um clube não é uma tarefa fácil. Todo goleiro falha, e com ele não foi diferente. Mas suas falhas sempre foram tratadas com muito exagero. O clima lá não é dos melhores e uma mudança poderia fazer bem a ele. Fica ligado, Marcelo!

Já no Vitória o clima é de mudança. Nova diretoria, novo presidente. Sinval Vieira volta ao comando do futebol rubro-negro e já vem mostrando serviço. Renovou com o técnico Argel por falta de opções melhores no mercado. De reforços, um caminhão de jogadores “apalavrados”. Por enquanto, só o lateral Leandro Salino, com passagem pelo Flamengo está assinado.

Mas se alguém perguntar a qualquer torcedor do Vitória, o maior reforço que todos querem é a permanência de Marinho no clube. O atacante, que virou a sensação do futebol Brasileiro neste fim de ano, está em alta. Até Neymar tietou o craque do time, no jogo de Zico. Rolou até Snapchat com a legenda “Di Marinho”. Quanta moral!

Marinho é o desejo de pelo menos 5 clubes Brasileiros, além do famigerado futebol Chinês. Que ele não cometa essa besteira de ir agora pra Ásia. Dinheiro é bom, mas Marinho tem bola para jogar aqui e sonhar com uma transferência para a Europa, num time de médio escalão. Se for para o Flamengo ou Santos, times que disputarão a Libertadores, pode até sonhar com a seleção, porque não?

Hoje, o Vitória tem uma base mais consistente que a do Bahia. A mudança de diretoria é algo que preocupa. É algo histórico no futebol Brasileiro: a guerra política acaba deixando estragos em qualquer time. Que tenham competência para fazer o barco andar sem sustos ao torcedor.

Minha campanha continua forte aqui. A dupla BAVI precisa trazer o torcedor de volta às arquibancadas. Chega de ingressos abusivos. 5 reais é o preço ideal para encher os estádios e trazer o torcedor para ser o décimo-segundo jogador. Podem achar que não, mas esse pode ser o diferencial dos dois times para 2017.

No mais, nos vemos em 2017. Obrigado pelo carinho de todos nesses primeiros meses do Blog do Ted. Seguiremos juntos nesse ano que se inicia. Boas festas e um ótimo ano, pessoal!

twitter: @tedsimoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>> <<