Bem vindo ao

Blog do Ted

Home / Futebol Brasileiro / Péssimo retrospecto fora de casa assusta a torcida tricolor. Chegou a hora do Bahia justificar o alto investimento no time.

Péssimo retrospecto fora de casa assusta a torcida tricolor. Chegou a hora do Bahia justificar o alto investimento no time.

Foto: http://www.esporteclubebahia.com.br/

Foto: http://www.esporteclubebahia.com.br/

O Bahia viajou ontem para enfrentar o Oeste na Arena Barueri com grande apoio do seu torcedor, que encheu o aeroporto pra incentivar os jogadores. Nada mais justo com o time que ocupa a 6ª posição na tabela, a 3 pontos do G4. O torcedor que já vem fazendo sua parte na Fonte Nova percebeu que é hora de tentar empurrar o time de qualquer maneira. E nesse caso todos sabem que é extremamente necessário.

Em Salvador, o Bahia vem fazendo campanha de time campeão. São 16 jogos e 12 vitórias, melhor campanha da série B. Perdeu apenas 2 jogos e empatou outros 2. Não perde desde julho em seus domínios e vem fazendo direitinho o dever de casa. O problema é justamente quando se afasta da sua torcida.

Fora de casa, o Bahia vem fazendo campanha de time rebaixado. É o 17º, sendo melhor apenas que Bragantino, Sampaio Correa e Tupi, times que fazem parte do Z4. A campanha do Bahia longe dos seus dominios é pior que o Joinville, 3º pior time do campeonato. Chega a ser assustador, pelo time caríssimo que a direção do clube montou pra conseguir o acesso à primeira divisão.

Boa parte desse fracasso se deve ao antigo treinador. Doriva foi uma escolha equivocada desde o início. A diretoria ainda bancou o treinador que não conseguiu achar um time ideal e insistia em escolhas contestadas pela torcida no início da competição. Fez 10 jogos no comando do time: venceu cinco jogos, empatou dois e perdeu três. Não era uma campanha ruim, mas o desgaste com as perdas do estadual e da Copa do Nordeste e a eliminação na Copa do Brasil fizeram o Bahia procurar um novo treinador. A decisão que deveria ter sido tomada antes de começar a série B foi postergada e o time perdeu tempo demais.

Guto Ferreira, carinhosamente chamado de Gordiola pela torcida, melhorou sensivelmente o caro time tricolor. Verdade que até então o destaque do Bahia era o centroavante Hernane, que caiu muito de produção com o novo comandante. A parte defensiva do time era a maior dor de cabeça da torcida. Guto conseguiu ajustar o time lá atrás e o Bahia começava a dar resultados. Foram 9 vitórias sem sofrer gols, além de dois empates por 0x0.

Só que não adianta vencer em casa e perder fora. Guto só conseguiu vencer um jogo longe de Salvador. Justamente para o Avaí, 3º colocado na tabela. Não foi bem contra outros concorrentes diretos: perdeu pra Londrina e empatou com o Náutico e CRB. Pior ainda é o desempenho contra os times de baixo: Perdeu do Paysandu, Ceará e Bragantino, e deixou escapar pontos contra Sampaio Correa e Joinville. Não dá pra conseguir o acesso sem vencer os mais fracos.

O retrospecto contra os quatro piores times do campeonato é assustador. O Bahia conseguiu marcar apenas 8 pontos em 18 disputados. Menos que 50% contra times que provavelmente cairão pra terceira divisão. Somando a folha de salário desses times, não deve ser superior à do esquadrão. Era obrigação ter conquistado mais pontos contra esses quatro. Mas agora é tarde demais pra se lamentar. Hora de olhar pra frente.

E a frente está logo ali. Restam 7 jogos pro Bahia voltar ao topo do futebol nacional. A margem de erro do tricolor ficou muito pequena. Se quiser subir sem depender dos outros, o Bahia precisa de mais 15 pontos. Vencer cinco dos últimos sete jogos. Avaí, Londrina, Náutico e Vasco ainda se enfrentam, o que significa que alguém perderá pontos no caminho.

O Atlético-GO me parece já com um pé na série A do ano que vem. Além de estar mostrando um futebol confiável, dificilmente será ultrapassado por conta dos confrontos diretos citados da turma de baixo. Aliás, o torcedor do Bahia deve torcer pra que isso aconteça com antecedência: o último jogo do esquadrão é contra o líder, em Goiânia. Se estiver com o título garantido na última rodada, pode entrar sem muito interesse no resultado.

Portanto, o Bahia precisa mostrar sua força longe da torcida. Se em casa vai tudo muito bem, obrigado, fora de Salvador a coisa tá feia. Nesse sábado enfrenta o Oeste, que é mais um time que flerta com o rebaixamento. A partida pode ser o divisor de águas pro esquadrão. Hora do tricolor de Gordiola mostrar o motivo do altíssimo investimento da direção. O Bahia cresceu de produção na hora certa, na reta final do campeonato. Mas não pode sonhar em voltar sem os 3 pontos. Chegou a hora do Bahia mostrar que longe de casa ele é tão forte como é em Salvador.

One thought on “Péssimo retrospecto fora de casa assusta a torcida tricolor. Chegou a hora do Bahia justificar o alto investimento no time.”
  1. Mauro 22 de outubro de 2016 on 09:16 Responder

    No Brasil é assim, essa cultura de troca de treinador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>> <<