Bem vindo ao

Blog do Ted

Home / Futebol Brasileiro / Acorda, Vitória!

Acorda, Vitória!

 

Imagem: http://www.ecvitoria.com.br/

Imagem: http://www.ecvitoria.com.br/

O Vitória foi à Recife e voltou com a terceira derrota consecutiva no Brasileirão, entrando de vez pra zona de rebaixamento. O time comandado por Argel Fucks foi ultrapassado pelo Internacional e ocupa agora a 17ª posição faltando apenas sete rodadas para o término do campeonato. Péssima hora pra entrar na zona.

Mais uma vez o Vitória entrou sonolento em campo. O técnico Argel cedeu aos pedidos da torcida e imprensa ao finalmente sacar Diego Renan do time titular. Mas seu substituto falhou logo no início. Euller não deu o bote em Diego Souza e ficou assistindo o veterano jogador marcar um belo gol. Péssimo começo, mas ainda dava tempo de botar ordem na casa e buscar o resultado. O que poderia ter acontecido, não fosse tamanha incompetência dos seus jogadores em converter simples penalidades máximas.

O Vitória teve duas cobranças de pênalti num curto espaço de três minutos. Na primeira chance, Zé Love bateu para a boa defesa de Magrão. Depois Kieza chutou no mesmo canto, atingindo a trave. O time parece ter sentido o fato de ter entrado em campo pressionado após o resultado de Inter x Flamengo. Nada dava certo e seus jogadores mais experientes sucumbiram à pressão. Alerta mais que ligado.

Desde a chegada de Argel, o Vitória vinha se dando bem justamente longe da torcida: ganhou do Inter e da Chapecoense fora de casa, perdendo apenas para a Ponte Preta na última rodada. O problema do Vitória é justamente não conseguir pontuar com regularidade em Salvador. São seis triunfos, quatro empates e cinco derrotas.

Com Argel o time venceu apenas o São Paulo, perdendo para Botafogo e Grêmio. Nessa reta final, o time tem 4 jogos importantes perante sua torcida: Cruzeiro, Atlético-PR,  Figueirense e Palmeiras. Vencendo esses 4 jogos, o Leão pode atingir 47 pontos na tabela, provavelmente o número mágico pra se livrar da série B. Nunca nenhum time foi rebaixado com essa pontuação. O Coritiba foi rebaixado com 45, o máximo de pontos de um time que caiu.

E o que o Vitória precisa nessa reta final?

Além de não perder pênaltis com tanta frequência, é hora da diretoria do clube convocar sua torcida. Ontem o fraquíssimo time do Internacional venceu o poderoso Flamengo de forma improvável, graças ao torcedor que empurrou o time até o final. Já citei aqui no blog que essa é a arma mais poderosa pra livrar o Vitória da degola.

A diretoria se prende ao programa “Sócio Torcedor” pra elevar seus preços, forçando a adesão em massa da sua torcida ao programa. Uma tremenda besteira. Acaba excluindo o torcedor menos favorecido, se esquecendo que nem todo mundo pode se dar ao luxo de pagar uma quantia mensal que está fora dos padrões de Salvador. Aliás, o clube precisa rever essa prática que surgiu como solução há alguns anos atrás e hoje não se mostra tão eficaz assim.

Além disso, é preciso perceber o perfil da sua torcida e a disparidade econômica de estados como São Paulo e Rio Grande do Sul, onde os programas funcionaram por um certo tempo. A Bahia é um estado mais pobre que estes citados, portanto copiar certos modelos não irão funcionar.

Se o time não é dos melhores, a torcida sempre foi. Desde a inauguração, o Barradão tornou o Vitória uma das maiores forças do Brasil. O ex presidente Paulo Carneiro, idealizador do estádio, costumava dizer que o Barradão era a sua Bombonera, tradicional estádio do Boca Juniors da Argentina. Um alçapão. Os times do sul não gostavam de jogar no estádio, que chegou a ser considerado pela revista Placar como o mais difícil do Brasil. Apesar de todos os erros como dirigente, não dá pra negar que a construção do estádio Manoel Barradas foi o maior acerto na história do clube.

Desde a nova fase gourmet do futebol, com a construção de arenas, a morte das arquibancadas em detrimento às cadeiras, planos de sócio torcedor e encarecimento do ingresso, o Vitória foi um dos times que mais saíram perdendo. Hoje o clube tem uma média de 10 mil torcedores por jogo, o que dá 29% dos lugares ocupados. Muito pouca gente pra fazer o barulho que o time precisa. A diretoria do Vitória precisa acordar se quiser se manter na série A.

É hora de chamar o torcedor e evocar o espírito da Bombonera novamente no Barradão. Esquecer o dinheiro de arrecadamento e colocar 35 mil pessoas gritando o nome do time. Se eu sou dirigente do Vitória, o ingresso pra esses quatro últimos jogos custaria R$1,00. Uma forma de recompensar uma torcida que já está cansada de tantas idas e vindas da série B.

Acorda, diretoria. Ainda dá tempo.

2 thoughts on “Acorda, Vitória!”
  1. Marcus Marx 17 de outubro de 2016 on 19:52 Responder

    Meu caro Ted Simões. Você precisa tirar do seu coração esta prática excessivamente autodepreciativa que acomete a maioria de nós, baianos. Os projetos de sócios são sucessos completos em quase todos os estados e você aconselha justamente ao contrário? É sério que sua coluna é sobre futebol?
    Eu até concordo que a tal “goumertização” do futebol não funcione no Brasil. Mas o que não funciona de verdade é querer ter plano de sócio sem conceder nada em troca. Dá pra comparar o estádio Manoel Barradas com Beira Rio, Itaquerão, Arena do Grêmio e etc?
    Acorda, cara. Se o Internacional é “fraquíssimo”, o que dizer do Vitória? Você acha realmente que tem time para vencer o Palmeiras, Cruzeiro e atlético PR só na base do futebol? É por esta soberba que o time está caindo. É por esta soberba que o Internacional quase caiu. Mas acordou! Porque tem algo que o Vitória não tem: TORCIDA!
    Por isso, ao invés de criticar o adversário, e supervalorizar o time da Barra, ENALTEÇA E CONVOQUE os Rubro Negros a participarem dos jogos como os colorados estão fazendo! Parem de criticar os jogadores em um momento tão difícil. E, por favor, pense grande! Está na hora do futebol baiano penar em ganhar títulos. Ou só o Sport terá representatividade a nível nacional.

    PS: Na frase “o clube precisa rever essa prática que surgiu como solução há alguns anos atrás e hoje não se mostra tão eficaz assim.” você cometeu um grave erro de pleonasmo.

    Assim como o Vitória, você também precisa mudar seus conceitos.

  2. André 17 de outubro de 2016 on 21:46 Responder

    Fraco é teu comentário patético.Inter não cai.Time grande não cai.E tenha mais respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>> <<